Maker Faire: Maior exibição e palestras do mundo

“Maker Faire, maior exibição e palestras do mundo.” Slogan pretensioso…mas como eu ainda não fui para nada maior, estou com eles, esse evento é F#%A!

Contextualizando – Maker Faire é um evento onde os inventores, makers, artistas, entusiastas e grandes empresas de tecnologia mostram seus novos “brinquedinhos” e interagem com o público, é um grande momento mão na massa para exibir doideiras criativas e pensar nas novas possibilidades incentivando a construção de um futuro para pessoas que fazem coisas por conta própria.

Hoje em dia, esse evento já acontece em várias cidades do mundo, mas foi na Marker Faire Bay Area onde esse evento começou há 10 anos atrás e continua sendo o principal, reunindo centenas de milhares de visitantes em um final de semana.

Não muito depois que cheguei em São Francisco, abriram as vagas para ser um Traveler do Maker Faire, uma espécie de voluntario que ajuda o evento continuar acontecendo.

Read more

O que a Universidade brasileira tem que a Califórnia College of the Arts não tem?

Visitar é conhecer, xeretar é aprender. Imerso na economia criativa, nas minhas perambulâncias me intrometi no dia a dia em um dos Campus da California College of the Arts,tradicional Universidade da Califórnia focada em Cursos criativos, percebi como a simplicidade é o elemento que faz a diferença.

College of the Arts fica em um bairro cheio de empresas de design em São Francisco e está localizado em um galpão de pegada industrial, repaginado. O que chama atenção mesmo é a sensação de liberdade criativa que você tem dentro do espaço, estímulante para experimentar, investigar e interagir. É legal que para conseguir fazer isso bastou não ter seguido alguns conceitos tradicionais  quando se pensa em espaços para educação.

Pra que Teto e Portas?

Depois de dentro do galpão, a falta de limite de ambientes gera estimulo a pensar fora da caixa, ao mesmo tempo em que flexibiliza e integra a escola como um todo.

Read more

O senso de comunidade Ecoa na cabeça

Não lembro do contexto da discursão nem o seu propostito, mas ei, Guilherme Cavalcanti, é verdade! “it’s the community, Stupid!”

Não importa muito de onde a bola veio e sim para onde ela vai. Aqui na Bay Area de São Francisco, vi que eles são craques nisso: Movimentos de antecipação de futuro pelos esforços incessantes de inovação. A busca vem crescendo em cima de uma temática: criação de comunidade.

O massa é que tive a oportunidade de viver muito isso. Comunidade no sentido de pertencer a algo; é busca da inclusão em grupo e a boa vontade em participar da construção; é economia do compartilhamento, ajudar confiando quase que incondicionalmente e é o esforço conjunto por um propósito.

Read more

Afinal, Recife é ou não é o “Vale do Silício” Brasileiro?

Será o Recife o Vale do Silício do Brasil? Li recentemente uma matéria na Revista Exame em que ela era assim referida. li também uma outra que questionava a analogia.

Fiquei estimulado a expressar minha opinião, sob o ponto de vista de um cara de 21 anos desse tal “Vale do Silício do Brasil” que decidiu viver por um período no Vale “original” e que voltou há poucos dias.

Sim. Existe uma atmosfera assemelhada na Região Metropolitana do Recife que não parece ser encontrado com a mesma intensidade em nenhum outro lugar do Brasil. A semelhança com aquele pedaço da Califórnia, torna-se mais intensa ao pensarmos na região entre o Recife Antigo e o Sítio Histórico de Olinda, até porque, além da dinâmica, a geografia e a mistura que o processo de formação histórico propiciou, faz sentido.

Read more

Vinícius de Moraes

Tinha eu uns doze ou treze anos quando descobri a teoria dos sonetos e Vinícius de Moraes, ainda um tanto cheio de inocência, ainda um tanto embatucado com aquilo que poderia ser “infinito enquanto dure”. Só voltei a encontrar o poetinha anos depois, na época do vestibular, quando descobri em sala de aula que “não é maior o coração que a alma”.

Digamos que a partir dessa época, Vinícius se transformou em fonte de inspiração, numa espécie de parceiro. Ganhamos intimidade. Tornei-me um leitor dedicado de seus sonetos, confesso que cheio de segundas intenções.

A adolescência é mesmo a fase do primeiro amor eterno e de tanto abrir e fechar o volume da Antologia poética de Vinícius de Moraes, a capa já se desfazia. Guardei muitos versos na cabeça e no coração e ao longo dos anos foram ganhando mais profundidade do que aquela que eu podia encontrar naqueles tenros anos.

Read more

Review do livro Reinventando Você

Participei da palestra de Carlos Alberto Júlio no Centro de Convenções de Natal – RN, com o mesmo tema do livro. No livro, ele se aprofunda mais no tema de como podemos nos adaptar e manter a empregabilidade e satisfação nos dias de hoje.

As dicas são muito bem temperadas com sua história de vida em que teve que passar por um momento de reflexão e tensão devido uma doença que poderia ser grave, mas que felizmente não foi e permitiu que ele se reinventasse e compartilhasse essa sua experiência com a gente.

Vou mostrar nesse post os pontos que mais me chamaram a atenção no livro.

Fazejamento Inicio o post colocando um termo que Carlos Alberto usa no livro e que achei muito interessante: Fazejamento, que é a mistura de fazer + planejamento, ou seja, o profissional hoje tem que estar preparado para simultaneidade.

Read more

Legado

Sempre fui de temperamento mais para o agitado quando criança, mas pelo que meus pais diziam era extremamente obediente. Mesmo agitado, guardo nitidamente na memória lembranças de tardes de fins de semana em que meu irmão e eu, fazendo silêncio digno de monastério, brincávamos com nossos carrinhos Matchbox aos pés da prancheta do meu pai.

Para nós, sua presença, mesmo envolvido com o trabalho já era muito, pois trabalhar por conta própria não era assim tão fácil na época. Aproveitávamos até momentos como esses, que não eram nossos, quando ficávamos fascinados pelo barulho dos esquadros deslizando sobre o papel manteiga e pela velocidade com que realizava seus cálculos numa pequena régua de cálculo.

Nunca vi meu pai como um super-homem, mas me admirava de suas braçadas quando nadava em estilo borboleta na praia. Ao terminar, sempre nos incentivava a ir até ele no fundo, o que parecia um desafio descomunal.

Read more

Manifesto Aprendizado Mundo

Nas constantes reflexões sobre a minha vida, surgem momentos em que as idéias fazem sexo, essa é a etapa de nascer mais esse blog no mundo. Mas claro, para entender um pouco o projeto, antes disso tem todo um “love story” que vale a pena contar…

Há quase dois anos atrás larguei meu antigo curso de publicidade em Recife. Se nesse momento ainda estivesse lá, seria a hora de eu me preocupar com o Trabalho de Conclusão de Curso, “amigavelmente” conhecida como o TCC. Esse é o trabalho em que você deverá mostrar todo seu domínio acadêmico para dar uma grande resposta a um mundo de constante mudança.

E seguindo o protocolo, com essa resposta, possivelmente você deverá está habilitado para a viver no mundo real. Quando eu notei que a única coisa que interferia meu aprendizado era a minha educação, Decidi sair um pouco das limitações imaginárias. Experimento e aprendo com o mundo real e desde então, considero esses últimos dois anos os mais ricos da minha vida.

Um dia tomei a decisão de largar o Curso Superior, muito provável que nossos pais não quererem ouvir algo semelhante. Mas assim o fiz, e claro, junto sempre que possível, a uma proposta que considerei melhor: Focar em estudar coisas que eu realmente tenho interesse em aprender. Com essa minha decisão, eles deixariam de pagar uns R$1.100,00 reais por mês, mas seria um desperdício se não fosse reinvestido em mim, sendo assim, fiz um contrato com eles.

Read more